3 de fevereiro de 2010

2

Fair Play ao extremo – até onde vale a pena?

Você já ouviu falar de Fair play? E fair play ao extremo?

Assim pode ser descrita a obra de Amin Zadeh, atacante de um time Iraniano. Embora o ofício de um atacante seja fazer gols a todo custo, não é bem esse o pensamento do citado atacante. Na verdade, ele faz valer a idéia de que importante é competir e se divertir. Isso por que ao ver o goleiro do time rival caído, Zadeh simplesmente jogou a bola para fora, mesmo estando na cara do gol. O motivo? Preocupação com o adversário. O famoso jogo justo, limpo, ou seja, o tão falado fair play! Se essa moda pega, acho que ia ter muito goleiro “se machucando”...

Tá certo que ele tinha ainda jogadores a sua frente. Será que ele ficou com medo e errar? Esse não é o primeiro caso “estranho” de fair play. Veja um outro exemplo hilário no segundo vídeo, postado e upado a algum tempo pelo Botoja.

 
 
Seja VIP, receba as novidades no seu email, clique no ícone...
Início

2 comentários:

Botoja disse...

É nóis!

Marcoso disse...

FAIR PLAY DE MACHO, auhuahauh

Postar um comentário

Agora você é VIP. A palavra está com você agora. Aproveite e faça seu comentário!
PS.: Se for xingar, ofender ou usar palavras de baixo calão, não perca o seu tempo pois CERTAMENTE excluiremos seu comentário!
Sinta-se a vontade.

Related Posts with Thumbnails